Quais as vantagens do investimento em segurança de endpoint?

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

O conceito de segurança de endpoint se refere às soluções adotadas por uma organização para proteger os dispositivos conectados a sua rede. Em geral, eles são os pontos de contato com o usuário: computadores, smartphones, tablets etc. É fundamental que essa segurança seja robusta, já que estamos falando das portas de entrada para a rede da empresa.

Mas, afinal, quais são as vantagens de investir na proteção aos endpoints? Para responder a essa pergunta, criamos este post completo sobre o assunto. Falaremos aqui sobre os principais benefícios dessa prática que deixou de ser tendência e passou a ser tratada como necessidade pelas organizações em todo o mundo. Confira!

Redução de custos

A segurança de endpoint funciona como uma suite de barreiras mais inteligente que as ferramentas que atuam individualmente nos dispositivos. 

Na prática, isso gera uma redução de custos significativa. A segurança de endpoint pode não só identificar ameaças, mas também bloquear conexões suspeitas e impedir o acesso de dispositivos que tenham como objetivo o roubo de dados da rede.

Em outras palavras, é mais barato investir em um único sistema do que implantar uma série de componentes em cada dispositivo da infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI).

Instalação simplificada

O impacto de uma solução desse tipo também pode ser sentido no desempenho da equipe de TI. Afinal, o sistema só precisa ser instalado uma vez para começar a funcionar. Você deixa de lado a instalação em massa de um grande volume de softwares para focar em um único gerenciador do servidor central.

Com a solução em funcionamento, basta configurar os dispositivos conectados (usuários, clientes etc.) e as características de proteção para cada um deles. A partir desse ponto, basta iniciar o monitoramento com base nos critérios de segurança utilizados pela empresa.

Maior controle da infraestrutura de rede

Uma das grandes vantagens para a equipe responsável pela segurança é a redução da mão de obra necessária para gerenciar os ativos da empresa e a própria rede. Em vez de racionar o tempo dos profissionais para manter o monitoramento dos dispositivos, você conta com uma solução que automatiza esses processos e libera o time para focar em tarefas que exigem mais atenção.

Consequentemente, o controle da infraestrutura se torna maior, já que o software amplia a capacidade da empresa de monitorar em tempo real cada uma das conexões. O gestor, por sua vez, tem acesso a informações mais precisas sobre os riscos, os tipos mais comuns de ameaças e até mesmo sobre ações que não estejam em conformidade com a política de segurança da empresa.

Toda conexão de pen drive ou dispositivo externo, por exemplo, fica registrada no software. O resultado é um trabalho mais completo de gestão da infraestrutura e do engajamento das equipes nas regras de uso de dispositivos.

Mais camadas de segurança

Muitos sabem que o elo mais fraco da corrente, na estratégia das empresa em Cyber Segurança, é sempre o usuário. De um ponto de vista mais prático, a segurança de endpoint oferece mais camadas de segurança para a infraestrutura de TI, monitorando o que os usuários estão fazendo dentro e fora do perímetro da empresa. Empresas que não contam com um Security Operations Center (SOC), por exemplo, costumam ter mais trabalho para elaborar uma proteção robusta em diferentes pontos da rede. Com a segurança de endpoint, usando consoles centralizadas de informação isso fica mais fácil.

Powered by Rock Convert

Uma solução que aplica conceitos de Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning, por exemplo, é capaz de identificar comportamentos suspeitos de um usuário e gerar um alerta para o administrador. Dessa forma, ele pode checar pessoalmente se um dispositivo está coletando dados de forma indevida na rede.

Alguns sistemas de endpoint implementam tecnologias de IDR (Incidente Detection and Response), que auxiliam não somente na detecção e contenção de um incidente, mans também permitem responder a este ataque. 

Além de ser uma prática muito difícil de identificar sem uma tecnologia desse tipo, vale destacar que isso nem sempre é feito de forma deliberada. Muitas vezes, o usuário traz uma ameaça, como um malware, no próprio smartphone ou notebook, sem ter ciência disso. Ao conectar o dispositivo na rede, por consequência os dados da empresa são colocados em risco.

A segurança de endpoint representa uma estratégia de monitoramento digital mais complexa e capaz de identificar anomalias que um olhar humano por si só deixaria passar. 

Otimização da gestão de aplicativos

Ao adotar uma solução única e integrada de segurança, sua empresa facilita a implementação de outras tecnologias. Os aplicativos podem ser gerenciados de forma mais simples, já que não será preciso fazer diferentes sistemas conversarem e estabelecer as tarefas específicas de cada um deles.

A gestão da segurança, por sua vez, deveria estar centralizada em uma única plataforma. Isso facilita o controle de ameaças em todo o ambiente — internamente ou na nuvem. O impacto no dia a dia é enorme, já que reduz uma espécie de burocracia digital.

Não é à toa que uma das grandes tendências da transformação digital é a integração de sistemas e o uso de soluções mais robustas que centralizem os processos.

Melhor desempenho

Além de facilitar a gestão dos dispositivos, a segurança de endpoint tende a melhorar o próprio desempenho das máquinas. Um bom exemplo disso é o combate aos crypto miners, que são malwares criados a fim de utilizar de forma clandestina os recursos computacionais de um dispositivo para minerar criptomoedas.

Ao entrar na rede, essa ameaça permanece invisível, mas compromete parte do processamento e a própria conexão dos dispositivos para fazer a mineração. De forma similar, outros malwares usam o navegador de maneira oculta para acessar páginas conforme os comandos do hacker. O objetivo pode ser, por exemplo, coordenar um acesso massivo a um site para derrubá-lo.

A segurança de endpoint identifica esse tipo de comportamento por meio do monitoramento da rede, bloqueando ações suspeitas e impedindo a entrada dessas ameaças. O resultado é uma infraestrutura de TI com alto nível de confiabilidade e disponibilidade.

Essas são vantagens que fazem da segurança de endpoint um investimento lucrativo para as empresas. Vale destacar que essa proteção impacta a própria imagem da organização, já que a cibersegurança se tornou um critério valorizado nas relações comerciais de hoje. Por isso, invista nesse tipo de solução e garanta a proteção dos seus dados corporativos!

Quer saber como isso pode ser feito na sua TI? Então, entre em contato com a Strong Security Brasil agora mesmo e fale com quem é especialista no assunto!

Você também pode gostar